Consultório de Endocrinologia e Obesidade

Dr. Nelson Vinicius Gonfinetti - CRM 50.742

OQUE É

Fisiologia

TireóideA tireóide é uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos) que está localizada na parte anterior pescoço á frente da traquéia, e é formada por dois lobos unidos por um ístimo. Ao contrario do que se diz popularmente, não é uma doença, mas um órgão muito importante que todas as pessoas possuem. É uma das maiores glândulas do corpo humano e tem um peso no adulto de aproximadamente de 15 a 25 gramas.

Normalmente, ela não pode ser visualizada e é dificilmente palpada. No entanto, quando ela aumenta de volume, o médico poderá palpá-la facilmente como uma protuberância proeminente (bócio). Mesmo seu grande aumento não causa sintomas no pescoço, sendo parte do folclore popular considerar que pessoas com doenças na tireóide obrigatoriamente tenham que sentir algo na garganta.

É responsável pela produção dos hormônios T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina), que atuam em todos os sistemas do nosso organismo. Outro hormônio importante é o TSH, produzido na hipófise e responsável pela regulação do T3 e do T4. Estes hormônios fazem o metabolismo de todas os órgãos funcionar, sendo fundamentais no metabolismo chamado basal.

Um importante componente dos hormônios tireoidianos é o iodo. Quando o indivíduo sofre de carência alimentar de iodo, os hormônios tireoidianos não são sintetizados adequadamente. Resulta um crescimento exagerado da glândula, chamado de bócio, muito comum em certas regiões do Brasil (ex. Goiás e Minas Gerais), porém cada dia mais raro. A iodação do sal de cozinha comercializado tem por objetivo combater a incidência do bócio na população.

Quando a tireóide não está funcionando adequadamente pode liberar hormônios em excesso (hipertiroidismo) ou em quantidade insuficiente (hipotireoidismo).

Indique para um amigo

Gostou das informações que você encotrou aqui ?
Caso queira indicar esse site para algum amigo, basta preencher os campos abaixo: