Consultório de Endocrinologia e Obesidade

Dr. Nelson Vinicius Gonfinetti - CRM 50.742

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Conheça abaixo quais são os tipos de problemas que são cuidados por um médico endocrinologista :

Andropausa

Os hormônios masculinos podem diminuir vagarosamente quando o homem envelhece, em um porcesso bem diferente do que acontece na mulher, aonde a perda dos hormonios femininos é abrupta. Nesses casos, algumas pessoas podem sentir cansaço, diminuição da força muscular e disfunção sexual, necessitando da ajuda do especialista para fazer esta reposição hormonal.

voltar ao topo.

Colesterol e Triglicerídeos

DISLIPIDEMIA: O que é e oque temos que fazer para combatê-la.

O colesterol e o triglicérides são gorduras que todas as pessoas tem no sangue, e devem permanecer em valores dentro da normalidade para não provocar doenças; dentro da normalidade, são responsáveis pela estrutura de muitas células e hormonios, portanto importantes na fisiologia corporal. Quando estão acima da normalidade, chamamos de dislipidemia. Estas duas gorduras não circulam no sangue a não ser ligadas a proteínas, formando complexos chamados de lipoproteínas, determinados de acordo com a sua densidade no sangue em LDL, VLDL e HDL e junto com o colesterol total e o triglicérides formam os lipídios sanguíneos. Quanto maiores, menos densas e prejudiciais ao organismos vão ser. Destes, vale ressaltar que o LDL-colesterol é a fração mais prejudicial ao organismo por se o que mais promove a placa de arteriosclerose. Por outro lado, o HDL é protetor dos vasos, retirando o colesterol das placas de aterosclerose. O melhor meio de manter o HDL alto é praticando atividades físicas. Quando as lipoproteínas estão acima dos valores normais podem, lentamente no decorrer dos anos, depositarem-se na parede dos vasos sanguíneos (artérias), formando as placas de arteriosclerose.

Ainda hoje as doenças que mais provocam mortes, em qualquer parte do mundo, são as chamadas de doenças cardiovasculares, sendo exemplos o infarto do miocárdio e o acidente vascular cerebral. É importante ter em mente que a formação destas placas acontece desde a infância, daí a preocupação de todos em fazer a prevenção destas doenças, que são completamente sem nenhum sintoma médico. Esta elevação pode ser determinada por dois fatores: ou em razão da dieta inadequada ou em razão de produção desproporcional do próprio corpo. Explico melhor: se a pessoa se alimenta com muita gordura, exagerando nas carnes gordurosas, ovos, bacon e derivados, pode ocorrer elevação destes lipídios. Caso este não seja o problema e a pessoa tenha níveis dos lipídios elevados, o defeito está no próprio corpo fabricando estas gorduras em excesso, geralmente de caracter familiar. Que indivíduos estariam mais sujeitos à doença aterosclerótica coronariana? As seguintes pessoas devem ficar mais atentas:

  • a) Idade e sexo: homem com mais de 45 anos / mulher com mais de 55 anos
  • b) História familiar precoce de aterosclerose (parentes de primeiro grau com menos de 55 anos para homens e menos de 65 anos para mulheres)
  • c) Pacientes com Hipertensão arterial
  • d) pessoas que fumem (tabagismo)
  • e) Diabetes Mellitus

Dicas para uma alimentação saldável

Veja abaixo algumas dicas sobre como escolher melhor os alimentos que contém poucas gorduras. Dê sempre preferência para a gordura de origem vegetal, em detrimento aquela que vem do animal.

Carnes, aves e peixes:

São melhores: Peixes, peito de galinha ou de peru (sempre sem pele).
Com moderação: carne escura da galinha e do peru; carne magra do boi; porco; cordeiro; camarão e frutos do mar.

Evite: Carnes gordas de boi, porco, cordeiro, ovelha. Miúdos de todos os tipos; pele de galinha; embutidos como lingüiça, presunto gordo, salsicha e produtos derivados do leite integral.

Dê preferência: produtos desnatados (leite e iogurte), queijos magros (minas e ricota) Com moderação: leite semi-desnatado. Evite: produtos integrais (leite e iogurte); queijos amarelos; creme de leite; nata; manteiga; sorvetes; molhos com muito queijo ou creme de leite.

Ovos:

Escolha: somente a clara.
Evite: gema de ovo, omeletes, maionese.

Gorduras e óleos:

Escolha: Óleos sempre vegetais (milho, arroz, soja, girassol, oliva), margarina.
Evite: banha; bacon; manteiga, frituras em geral.

Verduras, legumes e cereais:

Escolha: verduras e legumes em geral (arroz, feijão, lentilha, milho, mandioca cozida). Todos os tipos de pães, bolacha água-e-sal.

Com moderação: biscoitos, panquecas.

Evite: Massas com ovos; pizzas com muito queijo; feijoada com carnes gordurosas; alimentos preparados com gordura animal, doces gordurosos.

Sobremesas:

Escolha: Gelatinas, frutas, sorvete de frutas, bolo preparado com clara, farinha e açúcar.
Evite: doces, bolos, tortas preparadas com nata, gema ou chocolate, sorvete de creme ou de nata, pudim.

Frutas:

Escolha: qualquer fruta
Evite: abacate e côco

Outros alimentos:

Preferência: chá, café, mostarda, catchup, vinagre, temperos Com moderação: todos os grãos gordurosos (amendoim, nozes, amêndoas) .
Evite: chocolate

voltar ao topo.

Crescimento

A alimentação errada e algumas doenças podem levar ao aumento do colesterol e dos triglicerídeos em adultos e crianças. Com um tratamento adequado, o risco de futuras complicações cardiovasculares é reduzido.

voltar ao topo.

Diabetes

Se você tem excesso de peso, parentes diabéticos, hipertensão ou alterações de gordura no sangue, faz parte do grupo de risco para desenvolver a doença. Mas se tem sede excessiva, urina muito e perde peso, já pode estar diabético e não sabe. Estaremos esclarecendo melhor as dúvidas desta que é, atualmente, um dos maiores flagelos da modernidade.

voltar ao topo.

Disturbios da menstruação

Alterações do ciclo menstrual (menstruação ausente ou mais de uma vez ao mês) podem significar problemas hormonais. Por isso, necessitam de investigação e tratamento adequado, algumas vezes com o auxílio importante do ginecologista.

voltar ao topo.

Disturbios da puberdade

Crianças que desenvolvem precocemente (antes dos 8,5 anos nas meninas e 9 anos nos meninos) mamas, pêlos pubianos e odor axilar apresentam distúrbios hormonais. Do mesmo jeito, adolescentes que não desenvolvem essas características podem apresentar falhas na formação das gônadas. É necessário avaliar-se a origem do problema.

voltar ao topo.

Doenças de glandula Supra-renal

Aumento de peso, estrias avermelhadas, pêlos excessivos, pressão alta ou baixa, puberdade precoce, além do escurecimento da pele podem significar problemas na glândula supra-renal. Esta delicada e pequena glândula, uma em cada polo do rim, é responsável normal para a produção de cortisol e outros andrógenos mais fracos, além de catecolaminas.

voltar ao topo.

Doenças da Hipófise

Tumores da hipófise podem levar à presença de leite nas mamas, fora do período de amamentação, além de mudanças faciais, aumento do número do sapato, dores de cabeça e distúrbios da visão. São problemas médicos muito raros mas que não podem ser negligenciados.

voltar ao topo.

Exesso de pêlos

Mulheres com excesso de pêlos na face (hirsutismo), acne ou aumento da musculatura podem estar com produção excessiva de hormônios masculinos, com implicações estéticas e orgânicas. A supra-renal e os ovários geralmente são os locais anormais desta produção escessiva.

voltar ao topo.

Obesidade

A obesidade representa um risco para a saúde de crianças e adultos, e o tratamento orientado pelo especialista evita uma série de complicações, como as cardiovasculares e ortopédicas. O assunto de de tamanha importância, que dedicaremos um espaço para debater este que é a maior causa de morbomortalidade de todos os países do mundo, ultrapassando a desnutrição. Em uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, em 2009, em todas as capitais brasileiras em um universo de 54 mil pessoas, mostrou que o excesso de peso aumentou de 47% para 51% entre os homens e de 38% para 42% entre as mulheres.

voltar ao topo.

Osteoporose

A osteoporose é uma doença endócrina pois a formação e a reabsorção da matriz do ossos acontece por ação entre o cálcio e alguns hormonios. Dores nos ossos e fraturas freqüentes podem significar enfraquecimento ósseo, em especial mas mulheres após a menopausa.

voltar ao topo.

Reposição hormonal da menopausa

A reposição hormonal é um tratamento eficaz, feito com hormônios iguais ao da própria mulher, para amenizar o desconforto e os riscos causados pela menopausa. Outra situação aonde a presença do ginecologista é importante para se estabelecer a correta reposição.

voltar ao topo.

Doenças da Tireóide

Nódulos ou aumento do volume do pescoço, nervosismo, insônia, alterações no ritmo intestinal, coração acelerado ou desacelerado, perda ou ganho de peso, excesso de frio ou calor podem revelar distúrbios da tireóide. Esta glândula, que fica localizada na base do pescoço, é responsável pela produção de hormonios que fazem a regulação de todo o metabilismo do corpo; toda célula necessita dos hormonios tireoidianos (T3 e T4) para funcionar.

voltar ao topo.

 

Indique para um amigo

Gostou das informações que você encontrou aqui ?
Caso queira indicar esse site para algum amigo, basta preencher os campos abaixo: